Doria confirma que Rodoanel Norte e Linha 6-Laranja serão retomados até o segundo semestre

PPP de Mobilidade – As famigeradas obras do Rodoanel Norte e Linha 6-Laranja, aguardadíssimas pela população da zona noroeste, ganharam destaque nesta segunda-feira, 27 de janeiro, após o governador João Doria cravar em entrevista à Rádio CBN que serão retomadas até o segundo semestre deste ano. Segundo ele, neste primeiro momento, serão feitas as modelagens e licitações necessárias para garantir a retomada dos projetos, paralisados após suspeita de fraudes e superfaturamento. “Não teremos obras de metrô e trem paradas em São Paulo.”

Recentemente, o governador esteve em Davos, na Suíça, onde se reuniu com dois importantes nomes da empresa espanhola Acciona, com a qual o governo paulista tem negociado a aquisição do Consórcio Move São Paulo, responsável pela construção da Linha 6-Laranja.

Enquanto a futura linha do Metrô não avança desde 2016, a última etapa do anel viário Mário Covas teve as obras interrompidas em 2018.

Novidades

Cada vez mais ativo nas redes sociais, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, assumiu o papel de porta voz do governo paulista quando o assunto é mobilidade. Após rebater rumores sobre o azedamento das negociações com a Acciona, Baldy utilizou seu Instagram para dar pistas quanto ao futuro da Linha 6-Laranja, prometendo novidades para o mês de fevereiro. “No final de 2019, uma empresa espanhola Acciona apresentou uma proposta de assumir a construção/operação da Linha 6-Laranja. Até fevereiro de 2020 anunciaremos os próximos passos”, destacou o secretário.

[FONTE]: https://www.folhanoroeste.com.br/regional/doria-confirma-que-rodoanel-norte-e-linha-6-laranja-serao-retomados-ate-o-segundo-semestre

Estudos de Excelência em PPP de Mobilidade

Infraestrutura no Brasil é um mercado extremamente promissor. Só para o subsetor de Transportes, já se prevêem licitações com investimentos da ordem de R$ 208 bilhões em 30 anos.

As concessões e PPPs de Mobilidade são uma excelente oportunidade de investimento no Brasil dentro do setor de Infraestrutura. E são vários os motivos para Mobilidade estar em alta: mercado gigante, bons retornos e disponibilização de boas garantias, etc.

Mas é importante ter cuidado. Estudos mal feitos levam a perder tudo o que foi falado acima e fazer todos os envolvidos perderam tempo e dinheiro. É alarmante: dos estudos que chegam à fase de licitação, 27% são posteriormente paralisados ou cancelados, simplesmente por falta de viabilidade.

A solução aqui é entrar no jogo para vencer. Uma PPP de Excelência no setor de Mobilidade aborda os seguintes pontos críticos:

* a remuneração correta:

* o reajuste preciso:

* o financiamento balanceado:

* a cesta de garantias correta:

* o prazo ideal:

* a taxa de retorno justa:

* o “payback” honesto:

* o “break even” coerente:

* um estudo confiável:

* o benefício público claro e transparente:

* a alocação de riscos coerente:

* o “Value for Money” exato;

* a ponderação entre Técnica e Preço;

* a eficiência tributária e societária;

* a contabilização correta do ICPC-01

Por isso aproveite o grande erro da grande maioria dos licitantes: o principal erro da concorrência em PPPs é a entrega estudos de baixa qualidade. Imagine-se do lado da Administração Pública recebendo esses estudos: você preferiria escolher o estudo “menos pior” como vencedor e sofrer as consequências de defendê-lo frente aos organismos de controle? Ou escolheria simplesmente não dar seguimento ao Projeto? Obviamente, a segunda opção.

Mas há como você tirar vantagem desse ambiente de “desprofissionalização” dos concorrentes: entregar trabalhos de qualidade, virando uma referência de excelência para o Poder Público.

Veja outro artigo sobre PPP de Mobilidade: http://pppdemobilidade.com.br/2020/05/11/se-e-para-falar-de-pro-brasil-que-se-fale-mais-de-investir-em-mobilidade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *