SMT desenvolve ações visando garantir segurança, fluidez e organização do trânsito de Santarém

PPP de Mobilidade – Com o objetivo de ordenar o trânsito, melhorando o fluxo nas vias e contribuir para a diminuição nos índices de acidentes, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Trânsito (SMT), continua com o trabalho de melhorias nas sinalizações em diversas ruas da cidade. Em 2019 foram instaladas 560 placas de sinalização;176 pontos receberam pinturas com sinalização horizontal; 50 novas faixas de pedestres foram implantadas, além de outras importantes ações.

No ano passado, diariamente, serviços de implantação e revitalização de sinalizações viárias foram realizados na área urbana de Santarém, apontando avanços e melhorias no trânsito, tanto para condutores, quanto para pedestres.

Conforme cronograma executado por meio da equipe de manutenção e sinalização viária, a SMT realizou uma série de serviços para melhorar a sinalização e dar fluidez ao tráfego na área urbana de Santarém. Além de placas de sinalização, sinalização horizontal e faixas pedestres, a cidade ganhou oito vias com pintura de linhas de redução de velocidade; seis cruzamentos ganharam lombadas com tachões. A cidade, também, ganhou duas novas faixas elevadas.

Outro avanço ocorrido de forma significativa diz respeito aos abrigos para passageiros. Por meio de Parceria Público Privada (PPP), oito dos 100 abrigos programados já foram instalados a custo zero para o município.

Os novos abrigos estão localizados nas Avenidas Rui Barbosa (três), Mendonça Furtado (um) e Anysio Chaves (um); Rua Rosa Vermelha (um); Residencial Salvação (um) e outro em frente à Escola Tecnológica do Pará, na Rodovia Fernando Guilhon.

“A Secretaria Municipal de Mobilidade Trânsito tem como atribuições gerenciar e fiscalizar a execução das modalidades do transporte público no município, gerenciar e fiscalizar o trânsito, realizando a sinalização e realizar o gerenciamento e a manutenção da frota municipal. Pensando nisso, anualmente, trabalhamos através de um cronograma para que essas ações possam ser executadas dentro do prazo, de acordo com estudos técnicos para que as sinalizações e demais serviços afins possam ser realizados e possamos ter um trânsito cada vez mais seguro”, explicou o secretário de Mobilidade e Trânsito Paulo Jesus.

Transporte aquaviário

Em julho, iniciaram no porto do DER as operações em caráter definitivo com as embarcações vindas do antigo porto improvisado da Praça Tiradentes. O novo porto atende a mais de 60 embarcações por mês, com atividades de embarque e desembarque de cargas e passageiros, em sistema de rodízio. São mais de três mil pessoas circulando todos os dias. A SMT, por meio do setor de Portos, realiza, diariamente o ordenamento e controle da movimentação do porto e na administração de toda área.

No estacionamento, o porto do DER dispõe de 184 vagas para veículos particulares, 67 motocicletas particulares; 18 vagas para mototaxistas credenciados; 25 vagas para taxistas; 34 vagas para caminhões realizarem operações de carga e descarga; cinco vagas para pessoas com mobilidade reduzida e cinco vagas para idosos.

Devido ao movimento de veículos, que aumentou na operação no porto, agentes de trânsito estão diariamente no local fazendo orientação, monitoramento e organização do estacionamento.

[FONTE]: https://oimpacto.com.br/2020/01/16/smt-desenvolve-acoes-visando-garantir-seguranca-fluidez-e-organizacao-do-transito-de-santarem/

Estudos de Excelência em PPP de Mobilidade

Infraestrutura no Brasil é um mercado extremamente promissor. Só para o subsetor de Transportes, já se prevêem licitações com investimentos da ordem de R$ 208 bilhões em 30 anos.

As concessões e PPPs de Mobilidade são uma excelente oportunidade de investimento no Brasil dentro do setor de Infraestrutura. E são vários os motivos para Mobilidade estar em alta: mercado gigante, bons retornos e disponibilização de boas garantias, etc.

Mas é importante ter cuidado. Estudos mal feitos levam a perder tudo o que foi falado acima e fazer todos os envolvidos perderam tempo e dinheiro. É alarmante: dos estudos que chegam à fase de licitação, 27% são posteriormente paralisados ou cancelados, simplesmente por falta de viabilidade.

A solução aqui é entrar no jogo para vencer. Uma PPP de Excelência no setor de Mobilidade aborda os seguintes pontos críticos:

* a remuneração correta:

* o reajuste preciso:

* o financiamento balanceado:

* a cesta de garantias correta:

* o prazo ideal:

* a taxa de retorno justa:

* o “payback” honesto:

* o “break even” coerente:

* um estudo confiável:

* o benefício público claro e transparente:

* a alocação de riscos coerente:

* o “Value for Money” exato;

* a ponderação entre Técnica e Preço;

* a eficiência tributária e societária;

* a contabilização correta do ICPC-01

Por isso aproveite o grande erro da grande maioria dos licitantes: o principal erro da concorrência em PPPs é a entrega estudos de baixa qualidade. Imagine-se do lado da Administração Pública recebendo esses estudos: você preferiria escolher o estudo “menos pior” como vencedor e sofrer as consequências de defendê-lo frente aos organismos de controle? Ou escolheria simplesmente não dar seguimento ao Projeto? Obviamente, a segunda opção.

Mas há como você tirar vantagem desse ambiente de “desprofissionalização” dos concorrentes: entregar trabalhos de qualidade, virando uma referência de excelência para o Poder Público.

Veja outro artigo sobre PPP de Mobilidade: http://pppdemobilidade.com.br/2020/05/11/se-e-para-falar-de-pro-brasil-que-se-fale-mais-de-investir-em-mobilidade/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *